Menu

experiência, conhecimento e inovação

Saiba mais

Sobre a APPC

 A APPC oferece consultoria integrada à pesquisa visando auxiliar na elaboração de estratégias de marketing e de comunicação empresarial e governamental. Com significativa experiência nos setores público e privado, conhecimento adquirido com inúmeras pesquisas de opinião pública, associado a soluções inovadoras, somos parceiros de nossos clientes na busca por respostas e resultados.

Equipe

Antônio de Pádua Prado Jr, “Paéco”


O diretor geral da APPC está entre os mais reconhecidos profissionais de pesquisa e marketing do Brasil. Paéco já foi gerente de propaganda da Johnson&Johnson, diretor de marketing do SBT e diretor de comunicação do grupo Perdigão. No meio político, coordena pesquisas internas de campanhas eleitorais em todos os níveis há mais de 20 anos no Brasil, com experiência também em eleições no exterior. Além disso, atua como consultor de comunicação e estratégia para empresas, governos e políticos.

Jairo Pimentel Jr.


Doutor em Ciência Política pela USP, foi Recognised Student na Universidade de Oxford. Tem experiência na área de pesquisa eleitoral, governamental e pesquisa de mercado. Enquanto analista político, trabalhou na última década nas principais campanhas para prefeituras no estado de São Paulo, além de governos estaduais e Presidência da República. Autor do livro “Quem bate perde? Os efeitos afetivos dos spots eleitorais de TV no Brasil” (Ed. Autografia, 2015).

Fabrizio Martins Tavoni


Graduado em Ciências Sociais pela UEL e Mestre em Ciência Política pela UFSCar, tem experiência nas áreas de Comportamento Eleitoral e Instituições Políticas, tendo participado das principais campanhas eleitorais nos últimos anos – municipais, estaduais e nacionais -, além de pesquisas para prefeituras, governos e grandes empresas.

Pedro Iemma Meira


Mestre em Sociologia formado pela USP na área de estrutura de classes e estratificação social, trabalhou em pesquisas estratégicas para diversas campanhas eleitorais a nível nacional, estadual e municipal, além de atuar no planejamento e análise de pesquisas de opinião, quantitativas e qualitativas, para instituições governamentais e empresas.

Produtos

Nosso objetivo é sempre o mesmo de nossos clientes: obter respostas, conhecer riscos, melhorar resultados. Após estudarmos suas demandas, oferecemos as alternativas adequadas a cada caso. Coletamos informações por meio de pesquisas e estudos aprofundados, utilizando as mais diversas metodologias, para entregarmos uma análise completa de cenários e tendências, visando tomadas de decisão mais eficientes e certeiras. Confira nossas principais metodologias:

Pesquisas telefônicas


Pesquisas telefônicas garantem maior agilidade na coleta de dados e controle total sobre cotas amostrais e sobre a correta aplicação do questionário. Nossas pesquisas são realizadas por entrevistadores com grande experiência neste tipo de abordagem, em CATIs parceiros construídos especificamente para fins de pesquisa.

Pesquisas face-a-face


Pesquisa tradicional em pontos de fluxo ou domiciliar, mas realizada com o uso de tablets e de um sistema confiável de gerenciamento próprio para pesquisas, o que torna a entrevista mais dinâmica, possibilitando a exibição de vídeos, áudios e imagens para o entrevistado, reduz a possibilidade de erros e aumenta a agilidade, de modo a tornar a pesquisa face-a-face quase tão rápida quanto a telefônica.

Grupos focais


Metodologia qualitativa, na qual cerca de 8 pessoas são recrutadas de acordo com perfil pré-definido, para debater a respeito de temas relacionados ao objetivo da pesquisa. A discussão é moderada por profissional altamente qualificada e experiente neste tipo de pesquisa. Resultados muito ricos para análises exploratórias de temas, testes de comerciais e outros materiais de propaganda, avaliação de imagem de empresas, governos e pessoas, entre outros.

Entrevistas em profundidade


Metodologia qualitativa que consiste em entrevistas mais longas e aprofundadas, conduzidas por profissionais altamente qualificados, e que permitem atingir públicos mais específicos ou tratar de assuntos mais delicados. O entrevistado é deixado totalmente à vontade, para que suas opiniões sejam tão espontâneas quanto possível.

Central Location


Metodologia que mistura aspectos quali e quanti, ideal para testes de comerciais e outros materiais de propaganda. Os entrevistados são recrutados em pontos de fluxo de acordo com perfil pré-definido, para avaliar materiais por meio de questionário estruturado, com perguntas fechadas e abertas, que permitem uma análise bastante completa do resultado.

Desk Research


Pesquisa de dados secundários em fontes confiáveis como órgãos oficiais, imprensa, organizações acadêmicas, que nos auxiliam a compreender melhor as realidades e contextos que estamos pesquisando.

Novas metodologias

Medidas biométricas, quando bem utilizadas, podem trazer grandes insights para análises mais aprofundadas. As principais medidas que utilizamos são as seguintes:

Eyetracker


Rastreamento ocular que permite identificar as áreas de visualização de estímulos que possam ser apresentados pelo computador.

Codificação Facial


É uma forma de avaliar emoções, por meio de reações faciais involuntárias que toda pessoa possui. São identificados os estados emocionais de alegria, raiva, tristeza, surpresa e medo.

Brainwave


Através de um eletroencefalograma de baixa resolução, é possível identificar duas medidas de resposta biométrica: Atenção (nível de esforço cognitivo, que relata a atenção dirigida) e Meditação (nível de envolvimento afetivo).

Metodologia de teste de vídeos - APPC


Conheça melhor as metodologias de teste de vídeos (comerciais e propagandas) da APPC. 

Acesse o link abaixo: 

https://drive.google.com/file/d/0B96dR2lJXNRwVFBpb2tvUFpaQTg/view?usp=sharing

 

Estamos constantemente de olho em novas metodologias. Trabalhamos também com parceiros para pesquisas via URA (respostas automáticas por telefone), WhatsApp, SMS, além de Big Data.

Artigos

27/Jul/2016 16:00

A campanha eleitoral importa mais para os incumbentes que mais precisam dela.

É algo lógico e esperado que governos tendam a se beneficiar da comunicação ocorrida durante o período de campanha eleitoral e aumentar o seus patamares de aprovação na opinião pública e, dessa forma, melhorarem a possibilidade de seus incumbentes serem reeleitos. Mas será isso verdade? Será que isso vale para todos os casos?

Saiba mais
19/Jul/2016 22:42

Se polarizar e houver tempo hábil, vai dar PT X PSDB novamente no segundo turno.

Durante campanha em São Paulo dois candidatos tem maior potencial de crescimento: Haddad por ser incumbente e Dória, por ser desconhecido e encampar o antipetismo. Além disso, os dois possuem muito mais tempo de TV/Rádio, um diferencial para promover o crescimento nas intenções de voto. Nesse momento deve prevalecer o voto útil para decidir a ida dos candidatos no segundo turno. Se polarizar, é muito provável que os outros candidatos virem coadjuvantes. A questão que ainda permanece é: com campanha tão curta haverá tempo suficiente para esse movimento?

Saiba mais
04/Jul/2016 10:53

As chances de reeleição de Haddad

Não é de hoje que a administração Haddad sofre muito para agradar os paulistanos e a última pesquisa do Ibope divulgada agora em junho mostra que [...]

Saiba mais

Contato